Nádia  Campos

Nádia Campos é música, compositora, arte-educadora e pesquisadora. Canta desde menina. É um canto sem fronteiras que lhe impulsiona a andar aprendendo e cantando trovas de vários cantos. Nasceu em Belo Horizonte, Minas Gerais. O gosto pelo simples incentivado pela coleção de discos de seu pai levou-a a enveredar-se pelos caminhos das raízes brasileiras e latino-americanas. Percorreu alguns rincões do Brasil, Argentina e Chile pesquisando ritmos, cantos e tradições.

Estudou em algumas escolas de música, mas tem feito da própria vida sua principal escola, nas suas andanças, no contato com mestres e manifestações da cultura popular.

  • Facebook Social Icon
  • Google+ Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
Rodrigo  Zanc

        Rodrigo é um violeiro, compositor e cantador. Pesquisa a viola brasileira e suas influências há mais de 20 anos. Lutando pela manutenção e propagação da cultura ligada ao instrumento, participou de inúmeros festivais, dentre eles o Viola de Todos os Cantos, chegando às finais de 2005 e de 2007. Em 2006, lançou “Pendenga”, seu primeiro CD. Em 2010 esteve na Europa para divulgar seu trabalho. Em 2013, produziu seu segundo disco, “Fruto da Lida” e no ano seguinte, foi selecionado para o 26º Prêmio da Música Brasileira. Além dos trabalhos autorais, tem em seu portfólio outros projetos atemporais como o "Tributo à Pena Branca e Xavantinho” (com Cláudio Lacerda), "Projeto 4 Cantos” (com Cláudio Lacerda, Luiz Salgado e Wilson Teixeira) e o show “Violas para Dominguinhos”.

  • Facebook Social Icon
  • Google+ Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
João  Arruda

Cantador, tocador de violas  e percussões,  João é um trovador apaixonado pela cultura musical dos povos. Um artista comprometido com a valorização e recriação de temas e canções da cultura popular Brasileira e da América Latina.

João Arruda é e conhecido e admirado pelo seu carisma e espontaneidade no palco, é um artista comprometido com a valorização e recriação de temas e canções da cultura popular brasileira, bem como de outros países. Com dois cds solo gravados, seu trabalho está presente em mais de 15 CDs, em que atuou como artista convidado e produtor. Participou de mostras, festivais e programas de rádio e TV além de compor diversas trilhas sonoras para espetáculos, documentários, mostras  e filmes.

Em 2007  gravou o CD “Celebrasonhos” e seu mais novo trabalho solo é o CD “Venta Moinho”, lançado em 2013.

Sua trajetória musical inclui turnês pelo Brasil e exterior. Em trabalho  solo já percorreu a Argentina, Bélgica, França, Inglaterra e País Basco  com seu show “Entre violas e couros”.  Foi idealizador e é curador do projeto musical “Arreuní”, que promove encontros mensais com diversos artistas brasileiros e convidados, Roda de mestres, gravou o  projeto Escambo com músicos franceses.

  • Facebook Social Icon
  • Google+ Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon

 Desde os dez anos de idade, as anteninhas sensíveis de João já captava do alto, letras e melodias bem particulares, as quais hoje compõem seu recheado baú de canções  autorais. Autodidata, poeta, compositor, musicoterapeuta, idealizador da “Renassência Musical” - trabalho holístico, artístico e terapêutico (veja link no fim do texto).

 Autor de canções como “Boi da Montanha”, em parceria com o grande violonista e cantador Fernando Guimarães, "A Lenda do Menino Boto" gravado pelo grupo Cantavento (o qual João é uns dos idealizadores e ex-integrante) e outras dezenas de “pérolas”.

Autor de quatro álbuns autorais: “Terra” (2006), “Das Águas (2006)”, Caminho de Rio” (2010) os três álbuns formam uma trilogia a mãe natureza. Em (2016) lançou o “Encontro das Águas”, disco composto e gravado em parceria com mais três músicos mais que especiais:  Thomaz Ayê, Alê Vilhena e Renato Tupy, a partir do encontro destes em Alto Paraíso (GO), no festival Ilumina (2013) onde dividiram o palco e em seguida gravaram o álbum, que retrata muito o cerrado, a comunhão, natureza e espiritualidade, além de belas homenagens ao menestrel cantador Dércio Marques.

 Desde de 2010 João tem peregrinado pelo Brasil fazendo shows, oficinas e rodas de cura por onde passa, seu show tem forte interação com o público, influência das rodas terapêuticas da Renassência Musical e do contato com um dos mestres da música orgânica Stênio Mendes.

 Já teve suas canções gravadas na voz de grandes músicos como Dércio Marques, Daniela Lassálvia, João Arruda, Carol Ladeira e outros.

 

Veja links e vídeos abaixo: 

 

Músicas:

https://soundcloud.com/joaomendesrio

https://www.youtube.com/watch?v=m4ZBLHN9F8M

https://www.youtube.com/watch?v=ttAqyOLtEy0

https://www.youtube.com/watch?v=pW-cvbRrczI

https://www.youtube.com/watch?v=gImV_2HLlUc

 

Renassência Musical:

https://www.facebook.com/constelacaorenassenciamusical/?fref=ts

https://www.youtube.com/watch?v=VO5Q7tvxXw4

https://www.youtube.com/watch?v=BbciUb5l3eA

 

Oficina música orgânica:

https://www.youtube.com/watch?v=iLoi4djTGGU

João Mendes Rio
  • Facebook Social Icon
  • Google+ Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
Erick  Castanho

Erick Castanho é violeiro e cantador oriundo da região do Brasil central - o triângulo mineiro. Seu trabalho autoral foi premiado em diversos festivais de âmbito nacional e regional, como o FINCA 2011 e 2012, promovido pela Universidade de Brasília, e o Circuito Integração de Viola. Recebeu em 2007 o diploma de honra ao mérito pela contribuição à cultura de Uberlândia, na Câmara dos Vereadores de Uberlândia-MG, concedido pelo vereador Felipe Attiê pelo trabalho desenvolvido com o resgate da cultura regional mineira. Com o projeto “Cantoria de Abraçar” levou à Uberlândia artistas de vários estados do Brasil. Atualmente apresenta ao público o seu trabalho mais recente, o CD "Elemental",

  • Facebook Social Icon
  • Google+ Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon